Font Size

Profile

Menu Style

Cpanel

28Abril2017

    

Espaco Aberto

Itiúba entra em emergência; 4,3 milhões de baianos já são afetados

...

Festa de Maio de Ponto Novo será realizada com redução de custos
&nb...
Saúde.Sindicato dos servidores Públicos Municipais participou da paralisação Nacional

...

Prefeito do Mato Grosso está entre os ganhadores da Mega-Sena

...

Cadeia.Desembargador recua e Adriana Ancelmo não voltará à prisão

...

Prefeitura de Ponto Novo inicia obras de limpeza do Dreno do Bairro Portal das Águas e Oscar Macêdo II
&nb...
Reforma trabalhista: confira como votou cada deputado baiano
...
Prefeitura de Ponto Novo realizou lançamento do projeto “Construindo Leitores”

...

Senador Eunicio Oliveira , sofre isquemia e esta na UTI

...

Motorista preso pela PRF diz ter adquirido documento falso com despachante em Jacobina
...
19 Abr
Escrito por 

Reforma é para atender os mais pobres, diz Arthur Maia

 

Relator da Reforma da Previdência na Câmara, o deputado baiano Arthur Maia (PPS) comentou nesta quarta-feira, 19, sobre o parecer que será lido ainda nesta manhã. “Estaremos lendo o relatório com os pontos modificados. Elas aconteceram no sentido de ajudar as pessoas mais pobres, humildes e acho que vamos aprovar o relatório na comissão. Quando você é uma parlamentar tem coisas que você pode fazer ou não. A reforma da previdência é fundamental para o país. Outros países que não fizeram a reforma tiveram que diminuir com o tempo, o valor da aposentadoria. Eu como relator, entendo que a gente tem fazer com sinceridade, verdade, explicar o ponto de vista. Nós estamos diante de uma dificuldade política e o governo está reagindo dano ao Brasil uma agenda positiva, com um equilíbrio fiscal”, disse Maia em entrevista à Rádio Metrópole. Segundo o relator, a Reforma é para os mais pobres. “Com o Temer, vimos a inflação e os juros diminuírem, o Brasil vem alcançando um crescimento econômico. Se não fizermos a reforma o Brasil vai amargar a diminuição do PIB. Estamos recuperando a economia porque teve a PEC dos gastos, a PEC da responsabilidade fiscal. O Brasil viveu durante 13 anos uma mentira, o Brasil quebrou. A reforma é para atender os mais pobres”, completou.

Deixe um comentário

Facebook