Font Size

Profile

Menu Style

Cpanel

28Junho2017

    

Espaco Aberto

 

Saúde.Caravana Bahia sem Fogo reforça prevenção aos incêndios na região

...

Ação:Prefeitura de Caém inicia reforma da Praça da Matriz
...
Pedido de prisão de Aécio será julgado somente em agosto
...
Avião com 500 quilos de cocaína decolou de fazenda do ministro da Agricultura

...

Palocci é condenado a mais de 12 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro
...
Senhor do Bonfim: Polícia Civil prende quadrilha do Maranhão especializada em roubos de celulares

...

Filhote de ovelha 'meio bicho, meio homem' provoca pânico em vilarejo na África do Sul

...

Avião que transportava Gilmar Mendes sofre pane elétrica

...

Serrolandense tem Hilux tomada de assalto em Novo Paraíso de Jacobina

...

Chuvas aumentam níveis das Barragens de Pindobaçu e Ponto Novo

      &nb...

19 Abr
Escrito por 

Conta de luz dos consumidores baianos vai subir 3%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira (18) os reajustes anuais para distribuidoras do Rio Grande do Norte, da Bahia, de Sergipe e do Ceará. As novas tarifas começam a valer no próximo sábado (22).

Para os consumidores atendidos pela Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern), a conta de luz vai aumentar 3,11% no caso dos consumidores residenciais, e 4,07% para as indústrias.A distribuidora atende a 1,3 milhões de unidades consumidoras localizadas no estado do Rio Grande do Norte.O reajuste da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) será de 2,82% para os consumidores residenciais e de 3,5% para as indústrias. A Coelba atende a 5,8 milhões de unidades consumidoras em 415 municípios da Bahia.Também haverá aumento para os clientes da Energisa Sergipe Distribuidora de Energia (ESE). A alta será de 8,16% para os consumidores residenciais e de 11,36% para os consumidores industriais.

A empresa atende a 748 mil unidades consumidoras localizadas em 63 municípios sergipanos.A Aneel também definiu que haverá redução de 0,33% nas tarifas para os consumidores residenciais atendidos pela Companhia nergética do Ceará (Coelce). Já para as indústrias atendidas pela distribuidora haverá aumento de 1,44%.A empresa atende a 3,4 milhões de unidades consumidoras localizadas em 184 municípios do Ceará.Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a Aneel considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, bem como os encargos setoriais.FONTEAgência Brasil

Deixe um comentário

Facebook